segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Talvez por um segundo o mundo se cale,
E eu possa ver como nosso amor vale.
As flores desta árvore,
Que semeia o que mais vale.
E eu não me importo mais com o que falem.
Talvez trabalhar e ti ter só pra mim,
Viver sem pensar que possa ter um fim.
E é você pra mim, como eu sô pra você,
Meu amor, minha vida, eu amo você